NÃO SE PERCA NO TEMPO

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

EDUCAÇÃO INCLUSIVA

JERONICE: Professora de Recursos da E. M . L . Anhanguera desenvolvendo trabalhos artísticos com seus alunos que são assistidos semanalmente no intuito de desenvolver suas potencialidades nas mais abrangentes áreas do conhecimento e arte.



A educação inclusiva é um processo em que se amplia a participação de todos os estudantes nos estabelecimentos de ensino regular. Trata-se de uma reestruturação da cultura, da prática e das políticas vivenciadas nas escolas de modo que estas respondam à diversidade de alunos. É uma abordagem humanística, democrática, que percebe o sujeito e suas singularidades, tendo como objetivos o crescimento, a satisfação pessoal e a inserção social de todos.A Educação Inclusiva é atualmente um dos maiores desafios do sistema educacional. Criados na década de 70, os pressupostos da Educação Inclusiva fundamentam vários programas e projetos da educação.


Definição
De acordo com o Seminário Internacional do Consórcio da Deficiência e do Desenvolvimento sobre a educação inclusiva, realizado em março de
1998 em Agra, na Índia, um sistema educacional só pode ser considerado inclusivo quando abrange a definição ampla deste conceito, nos seguintes termos:
# Reconhece que todas as crianças podem aprender;
#Reconhece e respeita diferenças nas crianças: idade, sexo, etnia, língua, deficiência/inabilidade, classe social, estado de saúde (i.e. HIV, TB, hemofilia, Hidrocefalia ou qualquer outra condição);
# Permite que as estruturas, sistemas e metodologias de ensino atendam as necessidades de todas as crianças;
# Faz parte de uma estratégia mais abrangente de promover uma sociedade inclusiva;
# É um processo dinâmico que está em evolução constante;
# Não deve ser restrito ou limitado por salas de aula numerosas nem por falta de recursos materiais.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário