NÃO SE PERCA NO TEMPO

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

De volta às Aulas


As aulas estão de volta e com isso estão de volta também muitos sonhos e também necessidade de enfrentamento da realidade. Os professores sonham com turmas bem entusiasmadas, que vibrem com as atividades; sonham também com o reconhecimento por seu trabalho educacional insubstituível. E o aluno? Quais os seus sonhos? O que esperam nesse retorno às aulas? Qual é o enfrentamento de realidade? Sonham com bons professores, com a redescoberta do conhecimento e do saber, que certamente os levará a uma vida melhor, de mais qualidade, onde poderão aplicar para fora da sala de aula todo saber adquirido, acrescido da competência de poder transformar o que está errado, melhorar o que ainda não está muito bom e manter o que já é bom. Cumpre a todos, autoridades e familiares fazer uma reflexão sobre os sonhos dos professores e dos alunos e, encontrar formas de colaborar apoiando os novos modelos, novas concepções do fazer pedagógico, mais condizentes com as necessidades e expectativas de todos. Vivemos num mundo de rápidas e significativas mudanças, e isto torna clara a importância fundamental no recomeçar das aulas pensando em mudanças. Nada pode limitar-se ao comodismo de ser como era antes. Ninguém passa pelo mesmo ponto, duas vezes, da mesma forma. Nós nos modificamos e o que está a nossa volta, longe ou perto, também se transforma. Aqui cabe, além dos sonhos uma reflexão para alunos e professores indagando-se em relação aos aspectos da realidade.
* Será que podemos voltar à sala de aula como se o tempo houvesse parado, só nos esperando retornar?
* Será correto e honesto, não sonhar ou não buscar ferramentas que implementem os sonhos?
* Será honesto continuar como no ano anterior, repetir os mesmos comportamentos e procedimentos, não inovar, não criar, parar no tempo.
* É preciso traçar objetivos; pois será o início de uma nova vida e junto professores e alunos transformam sonhos em realidade.
* Alerta! O momento é este! O momento é agora! No retorno às aulas, vamos transportar os sonhos de todos para o real, fazendo da escola um mundo de novas descobertas, novas conquistas, novos saberes, um mundo onde o ideal é ser feliz!
Muito otimismo porque este ano vai ser melhor! Muito melhor que o ano passado! Mas, parece que tratamos da educação apenas no binômio professores e alunos! E os pais? E a família? A estes educadores por excelência cabe a grande tarefa de incentivar o filho, conversar com ele sobre seus interesses, suas limitações e seus conflitos. Cabe aos pais entenderem e conscientizarem os filhos de que as férias escolares prolongadas oferecem muitas opções de lazer e entretenimento, e que a escola além de oferecer também lazer e entretenimento vai cobrar algumas coisas importantes além do entretenimento e da recreação. Nestes aspectos os pais devem estar atentos para ajudar a escola a conseguir seus objetivos, muitos dos quais dependem de atenção, concentração, dedicação e persistência dos alunos em suas atividades. Pais, professores e alunos unidos em um só pensamento:- Feliz volta às aulas! Com muitos sonhos e enfrentamento da realidade escolar que supõe prazer mas também bastante dedicação e força de vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário